Connect with us

Gestão

Qual o papel do conselho fiscal do condomínio?

Publicado

em

O conselho fiscal do condomínio age como braço direito do síndico, lidando com a questão financeira do patrimônio.

O conselho fiscal do condomínio se trata de um grupo de pessoas que agem como braço direito do síndico, lidando com a questão financeira do patrimônio. Suas atividades envolvem conferir contas, gastos e números apresentados pelo síndico, auxiliando numa gestão mais transparente na administração condominial.

Aqui você ficará por dentro do que é um conselho fiscal, como ele age na prática e o que diz a lei sobre o cargo.

 

O que é um conselho fiscal do condomínio?

Como dito acima, o conselho fiscal do condomínio é um parceiro do síndico, pois ele complementa seu trabalho envolvendo as questões financeiras do local, analisando e apresentando pareceres críticos que discutem a aprovação ou reprovação das contas.

As avaliações feitas pelo conselho, que levantam a recomendação ou contraindicação dos valores apresentados pelo síndico, servem de suporte para o entendimento dos demais condôminos em relação às finanças, trazendo um pensamento mais analítico dos valores que estão sendo gastos ou serão gastos futuramente.

 

Como o conselho fiscal do condomínio funciona na prática

Na prática, esse órgão confere e verifica os documentos e contas que fazem parte da movimentação financeira do condomínio.

Um ponto importante a ser considerado é que o conselho fiscal do condomínio NÃO APROVA OU REPROVA os valores da gestão do síndico. O que deve acontecer é a recomendação ou reprovação, sendo justificada com base em estudos da contabilidade e não envolvendo opiniões pessoais.

Quem decide o que irá acontecer no desfecho são os membros da assembleia, uma vez que é neste encontro que o conselho faz sua apresentação. Sendo assim, o conselho faz uma análise das contas e a assembleia, após ouvir seus pontos, decide como prosseguir.

 

Os benefícios do conselho fiscal para o síndico

O síndico não deve ver o conselho fiscal como um rival, afinal, esse grupo de fiscalização de contas é um aliado que confere seu trabalho envolvendo a parte financeira do condomínio, ajudando assim a diminuir as chances de falhas. Deste modo, veja o conselho fiscal como uma chance de comprovar a credibilidade e transparência do seu trabalho.

O trabalho em equipe de síndico e conselho pode evitar fraudes, desvios de dinheiro, revisão da aplicação de recursos, auxílio na elaboração da previsão orçamentária e muito mais!

 

O que o conselho fiscal não faz

Uma vez que fica claro o papel do conselho fiscal e como ele age na prática, é preciso entender também o que ele não faz:

– Não exerce as funções do síndico;

– Não toma decisões sem autorização do síndico ou da assembleia;

– Não faz compras em nome do condomínio;

– Não toma decisões administrativas;

– Não registra no livro de atas de reuniões do conselho.

 

O que diz a lei sobre o conselho fiscal?

A presença de um conselho fiscal do condomínio é opcional, de acordo com o Código Civil brasileiro, em seu artigo 1.356:

Art. 1.356. Poderá haver no condomínio um conselho fiscal, composto de três membros, eleitos pela assembleia, por prazo não superior a dois anos, ao qual compete dar parecer sobre as contas do síndico.

Confira se a convenção de seu condomínio ou o regimento interno veem como obrigatória a existência do conselho fiscal.

 

Autor Da redação
Por: Elizabet Letielas

Portal de noticias, artigos e apoio para Síndico e Administradoras, bem como Cursos e Eventos no segmento condominial. Realizamos e facilitamos a interação entre Síndicos, Administradoras, profissionais do mercado condominial e Empresas do segmento. Colaboradores: - Elizabete Letielas - Rafael Alves

Continue Reading
Click to comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © 2021 Sindiconline . Todos os direitos reservados